facebook twitter flickr

Corrente Cultural

07/11/2014 16h27

FILE Curitiba abre oficialmente a Corrente Cultural 2014

 

FILE Curitiba abre oficialmente a Corrente Cultural 2014

Festival reúne instalações interativas, animações e games

A abertura oficial da Corrente Cultural 2014 acontece neste domingo (9), a partir das 10h30, no Centro Cultural Sistema Fiep, com o FILE – Festival Internacional de Linguagem Eletrônica. O evento promovido pelo Sesi Cultura Paraná  é uma plataforma interdisciplinar internacional que incentiva o desenvolvimento de projetos inovadores e criativos na área das artes e das tecnologias.

Para esta edição, o FILE Curitiba terá um recorte de projetos em que o público poderá interagir através de tablets, nas instalações interativas Arart e Stary night, de lupas, na instalação Simulacra, de microfone, na instalação “Fala” ou ainda deitando num robô tátil, na obra “Martela”, além de jogos do FILE GAMES e animações do FILE ANIMA+.

Sobre – O FILE é um festival brasileiro de arte e tecnologia que mostra inovações na interconexão entre arte, ciência e tecnologia. Há 15 anos o evento realiza mostras anuais em São Paulo e no Rio de Janeiro e já promoveu edições em várias cidades do Brasil e do mundo. O FILE trouxe pela primeira vez para o Brasil, Estados Unidos e Japão a tecnologia 4K, projeção de filmes em altíssima definição, e a primeira transmissão em tempo real de um filme 4K. Foi responsável ainda pela visita inédita ao Brasil, em 2005, do pesquisador americano Ted Nelson, criador do nome e da ideia de hipertexto e hipermídia.

A Corrente Cultural 2014 é uma realização da Fundação Cultural de Curitiba (FCC), Sesi-PR, Fecomércio-PR/Sesc-PR e demais parceiros. Tem patrocínio da Caixa Econômica Federal e da Coca-Cola, apoio cultural do Banco do Brasil, Grupo Thá, Paleteria Mexicana e Clube Vibe e promoção da ÓTV, Gazeta do Povo e Rádio Mundo Livre. Mais informações em www.correntecultural.com.br.

INSTALAÇÕES INTERATIVAS:
Karina Smigla-Bobinski – SIMULACRA – Alemanha: Ao segurar uma lente de aumento diante do monitor, surgem imagens de mãos, pés e longos cabelos negros.
Petros Vrellis – Starry Night – Grécia: Animação interativa baseada na obra-prima de Van Gogh "Noite Estrelada".
Rejane Cantoni & Leonardo Crescenti – FALA – Brasil: Na instalação um microfone faz a interface com um “coro” de quarenta celulares.
Ricardo Barreto & Maria Hsu – Martela – Brasil: Robô tátil formado por 27 motores. Cada motor corresponde a uma unidade que possibilita tocar o corpo com várias intensidades, combinações, direções e ritmos.
Takeshi Mukai, Kei Shiratori & Younghyo Bak – ARART – Japão: Um aplicativo que dá vida a objetos. Ele liga a realidade às expressões provenientes de dispositivos móveis.

FILE GAMES: Incríveis games de estúdios independentes, produções de grandes desenvolvedores e instalações de vários países unidos no mais importante evento artístico-cultural de arte e tecnologia da América Latina. Os games selecionados são diversos, mas têm como ponto em comum sua relação com a arte, seja ela por meio de inovações tecnológicas, gráficos ou jogabilidade.
Ed Key & David Kanaga – Proteus – Estados Unidos
Minority Media Inc. – Papo & Yo – Canadá
Queasy Games & I Am Robot and Proud – Sound Shapes – Canadá
Right Square Bracket Left Square Bracket Games – Dad – Canadá

FILE ANIMA+: Diferentes gêneros de animação, que vão desde curtas e longas-metragens experimentais até filmes de grandes estúdios, inclusive animações interativas. Destaques:
Rosana Urbes – Guida – Brasil
Wesley Rodrigues – Viagem na chuva – Brasil
Ludo Gavillet – Monsterbox – França
Mélanie Tourneur – Animal – Bélgica

FILE – FESTIVAL INTERNACIONAL DE LINGUAGEM ELETRÔNICA
Local: Centro Cultural Sistema Fiep (Av. Cândido de Abreu 200, Centro Cívico)
Datas: 9~16/NOV e 17/NOV~7/DEZ (QUA~DOM)
HHH 10h às 18h
$ gratuito